12 de janeiro de 2016

Resenha: O Duque e eu



Minha opinião: Por meio desse singelo post gostaria de me desculpar por escrito para Julia Quinn, tenho três livros dela que ficavam escondidos no cantinho da estante pela minha péssima mania de julgar o livro pela capa que já estou superando e sempre tirar conclusões precipitadas também estou tentando superar, devido a esse costume achava que os livros dessa autora eram fúteis, mas caro leitor não poderia estar mais enganada. Desde a primeira linha mergulhei de cabeça no mundo dos Bridgertons, um universo compostos de muitos bailes e anáguas.
Daphne é a quarta filha e tem 8 irmãos, sendo quatro meninos e quatro meninas contando com ela,  nascida do casamento de Violet e Edmund, que morreu aos 38 anos. Daphne está participando da segunda temporada de "caça" ao marido, mas mesmo depois de quatro pedidos de casamento ela continuava solteira, pois tinha a vontade de ter um casamento cheio de amor como o de seus pais.
Nessa mesma temporada chega na cidade Simon Basset, duque de Hasting, um homem de 20 e poucos anos de olhos azul-claro que carregava uma reputação já conhecida por todos devido as suas grandes farras, mas que agora pretende sossegar e se manter o máximo possível afastado dos bailes. Claramente, essa meta acaba não dando certo, pois ele se torna o alvo das mães com filhas solteiras por causa do seu prestigio, beleza e fama.
No primeiro baile que ele participa, após sua volta, de uma maneira muito inusitada ele acaba conhecendo Daphne e juntos eles fingem um relacionamento para poder fugir das festas.
O mais legal desse livro é que em cada inicio de capítulo somos agraciados com uma citação do Whistledown que é uma coluna de fofocas que é super conhecido por suas críticas e por não ter papas na língua, o curioso é que ninguém sabe ao certo quem escreve, mas essa mulher sabe de todas as fofocas possíveis.
Se me permitem deixar um conselho gostaria de indicar todas essa série e pedir que vocês leiam o mais rápido possível !! Não poderia estar mais feliz com minha primeira leitura de 2016, isso que eu chamo de começar o ano com o pé direito.


Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.
Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.
Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Autora: Julia Quinn - Editora: Arqueiro - Classificação:    


4 comentários:

  1. Sou fã da série e da Julia Quinn. Já li os 6 livros lançados e aguardo ansiosa pelos dois últimos. Os Bridgertons foram os primeiros livros dela que li e logo de cara me apaixonei. Sempre fui muito fã de romance de época e a forma da escrita da autora me envolveu de forma que eu não consegui soltar os livros! Só corrigindo um errinho seu no post, Daphne tem 3 irmãs, não duas. Logo, 4 irmãos, não cinco. Os filhos de Violet são (por ordem de nascimento) Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth. São 4 rapazes e 4 moças na família, nada mais justo! *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karine,
      Eu já li os dois primeiros e já estou apaixonada por todos eles, pois a forma que ela escreve é mágica e faz o leitor ficar cada vez mais viciado no enredo.
      Beijos !!

      Excluir
  2. Sou fã da série e da Julia Quinn. Já li os 6 livros lançados e aguardo ansiosa pelos dois últimos. Os Bridgertons foram os primeiros livros dela que li e logo de cara me apaixonei. Sempre fui muito fã de romance de época e a forma da escrita da autora me envolveu de forma que eu não consegui soltar os livros! Só corrigindo um errinho seu no post, Daphne tem 3 irmãs, não duas. Logo, 4 irmãos, não cinco. Os filhos de Violet são (por ordem de nascimento) Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth. São 4 rapazes e 4 moças na família, nada mais justo! *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karine,
      Eu já li os dois primeiros e já estou apaixonada por todos eles, pois a forma que ela escreve é mágica e faz o leitor ficar cada vez mais viciado no enredo.
      Beijos !!

      Excluir